Má higienização e uso prolongado de lentes de contato podem levar a cegueira

Má higienização e uso prolongado de lentes de contato podem levar a cegueira

10.2-Higieniza_o

 

Ceratite infecciosa e conjuntivite alérgica são as doenças mais comuns

Você usa lente de contato? Saiba que se não tomar os cuidados necessários com a higienização e o tempo de uso pode desenvolver algumas doenças oculares, entre as mais comuns ceratite infecciosa e conjuntivite alérgica. O alerta é do oftalmologista Cesar Lipener, do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

– A ceratite é a inflamação da córnea que, quando não tratada corretamente, pode progredir rapidamente e provocar graves lesões no local, com risco até mesmo de perfuração, além de afetar outras áreas do olho. Com isso, pode levar o indivíduo a sofrer uma importante queda em sua capacidade visual e até mesmo à perda da visão.

No caso da conjuntivite, o médico explica que a doença ocorre quando a camada transparente do tecido que reveste as pálpebras e a que cobre a parte branca do olho ficam inchadas ou inflamadas devido a uma reação alérgica.

– Quando os olhos são expostos a qualquer coisa da qual a pessoa é alérgica, a histamina é liberada e os vasos sanguíneos na conjuntiva ficam inchados. O avermelhamento dos olhos se desenvolve rapidamente, juntamente com coceira e lacrimejamento.

Em ambos os casos, o especialista ressalta a importância do acompanhamento especializado.

– O exame oftalmológico é essencial no diagnóstico destas doenças, bem como na orientação ao paciente em relação ao correto tratamento para o seu pronto restabelecimento sem consequências mais graves.

Desde que não seja detectada alguma contraindicação, qualquer pessoa com deficiência visual e indicação médica pode usar lentes de contato corretivas. Porém, Lipener alerta para a importância de alguns cuidados na manutenção das lentes.

– Todas as opções, independente de serem descartáveis ou não, coloridas ou transparentes, rígidas ou gelatinosas, devem ser limpas e desinfetadas diariamente. Assim como as lentes de descarte anual ou as rígidas, que também devem ser submetidas ao uso de produtos desproteinizantes.

De acordo com o médico, independente da época do ano, temperatura ambiente ou qualidade do ar, os cuidados devem ser sempre os mesmos.

– É fundamental o uso regular de lubrificantes, respeitar a data indicada pelo fabricante para descarte, não passar muitas horas ou até mesmo dormir com as lentes e jamais compartilhá-las com outra pessoa.

Fonte:  Abióptica

 

Os comentários estão desativados.