Inverno provoca secura nos olhos

Inverno provoca secura nos olhos

 

Sem_t_tulo

Iniciado oficialmente no dia 21, o inverno é caracterizado por ausência de chuvas e pouca umidade no ar.

 

Um dos problemas que pode afetar a população é o Olho Seco. Trata-se de um distúrbio do filme lacrimal que pode acometer pessoas de todas as idades. A lágrima exerce um papel fundamental na saúde ocular, atua na imunidade local, transporta oxigênio para o metabolismo das células da superfície ocular, ajuda na cicatrização e regulariza a superfície do olho.

 

“Portadores de Olho Seco, além do desconforto diário e possível embaçamento visual transitório, têm maior risco de desenvolver infecções oculares com comprometimento visual, dependendo da gravidade do olho seco”, explica a médica oftalmológica da CLOE Oftalmologia Especializada, Luzia Diegues Silva.

 

Os sintomas são fáceis de identificar, tais como: sensação de corpo estranho no olho, queimação ocular, dificuldade de abrir os olhos pela manhã, olho vermelho crônico e dificuldade de olhar para a claridade. “Esses sintomas pioram durante o uso prolongado de computador, nas leituras, em ambientes com ar condicionado ou em locais com reduzida umidade do ar”, ressalta Luzia.

 

O Olho Seco também pode ser desencadeado por doenças sistêmicas, por algumas medicações, por outras doenças oculares e deficiências vitamínicas. As causas sistêmicas são caracterizadas pela Síndrome de Sjögren primária ou secundária a doenças do colágeno, como a artrite reumatoide e o Lupus Eritematoso Sistêmico, ou por doenças como a Rosácea. Doenças oculares das mais simples como a Meibomite às mais complexas como o Penfigóide Ocular Cicatricial, podem ser responsáveis pelo Olho Seco Secundário.

 

O tratamento básico é o uso de lubrificantes oculares dos mais diversos, porém o conhecimento da doença de base é essencial para o tratamento e controle do Olho Seco. Além de lubrificantes oculares, há possibilidade, dependendo de cada caso, do uso de Soro Autólogo, de Anti-inflamatórios Hormonais tópicos, de Imunomoduladores tópicos como a Ciclosporina, de uso oral de Ômega-3, entre outros. “Se você possui esses sintomas de desconforto ocular, consulte seu Oftalmologista para investigação mais detalhada e para um tratamento direcionado”, avisa a médica.

 

 

Fonte: Elenita Fogaça Comunicação

Os comentários estão desativados.