Antidepressivos podem causar crise de glaucoma de ângulo fechado

Antidepressivos podem causar crise de glaucoma de ângulo fechado

Post 14/05/15

7-Antidepressivos

A crise provoca ataques súbitos de aumento de pressão, em geral num só olho. Qualquer fator que provoque a dilatação da pupila – como uma escassa iluminação, gotas oftálmicas indicadas para dilatar a pupila antes de um exame ocular ou certos medicamentos orais ou injetados -, pode fazer com que a íris bloqueie a drenagem do fluido. Quando tal acontece, a pressão intra-ocular aumenta de repente.

 

Por conta disso, um estudo na província de Ontário, no Canadá, investigou a associação entre exposição recente a drogas antidepressivas e casos deste tipo de glaucoma. Eles foram identificados entre adultos com idades entre 66 anos ou mais entre os anos de 1998 e 2010. A conclusão aponta para o fato de que as drogas antidepressivas podem afetar um determinado número de neurotransmissores, que estão envolvidos na regulação da íris e que, por sua vez, podem precipitar as crises de glaucoma de ângulo fechado.

 

Usuários intermitentes de medicações antidepressivas foram identificados através da prescrição de receitas no anterior. Assim, o uso de antidepressivos no período imediatamente anterior à crise aguda de glaucoma de ângulo fechado foram determinadas e comparado com a exposição de antidepressivos em 2 períodos de controle anteriores.

 

Um total de 6470 pacientes se apresentou com esta crise durante o período do estudo. A idade média dos pacientes foi de 74,3 anos, e 66% eram do sexo feminino. No geral, 5,6% dos indivíduos eram usuários intermitentes de drogas antidepressivas no ano anterior.

 

Outro risco para o aumento de glaucoma de ângulo fechado também foi observado em vários subgrupos. A exposição recente a drogas antidepressivas está associada com um risco aumentado da crise associada a este tipo de glaucoma. Os médicos devem permanecer vigilantes para o desenvolvimento deste evento incomum, mas potencialmente grave, após o início da terapia com antidepressivos.

Fonte: Saúde Visual

Os comentários estão desativados.