Alimentos ricos em vitaminas A e C ajudam a evitar doenças nos olhos

Alimentos ricos em vitaminas A e C ajudam a evitar doenças nos olhos

gfc

Estudos mostram que deficiências nutricionais graves refletem na visão.

Problemas de saúde podem ser descobertos com o teste do olhinho.

 

Os olhos são a janela do nosso corpo. Vários problemas de saúde podem ser descobertos bem cedo com um exame detalhado dos olhos, como a catarata e até o câncer. A audição também é muito importante. O último episódio da série ´Os segredos dos ossos´, da BBC, mostra que a visão e a audição são essenciais para a sobrevivência dos animais. Para tirar as dúvidas, convidamos a consultora do Bem Estar e pediatra Ana Escobar e a oftalmologista Marcela Barreira.

 

Exames simples no consultório podem identificar problemas de visão, como o teste do olhinho. O teste verifica o fundo do olho em busca de opacidades que podem indicar tumores, catarata congênita, entre outros problemas. Prestar atenção nas fotos que fazemos também ajuda: olho vermelho com flash é sinal de saúde; olho branco, com opacidade branca, sinal de alerta.

 

O olho humano se desenvolve até os sete anos de idade. Qualquer problema que afete a visão na infância, como estrabismo ou catarata congênita, pode levar o olho a deixar de funcionar pela falta de uso. Por isso, quando há um problema é preciso agir rápido.

 

Alguns alimentos, além de bons para o corpo, são bons para a visão. Estudos mostram que deficiências nutricionais graves levam a problemas de visão. Aposte nos alimentos de cor alaranjada, porque são ricos em vitamina A, e nos alimentos ricos em vitamina C, que aumenta a nossa imunidade.

 

Oleosidade nos olhos

 

Oleosidade na testa, queixo, nariz… Todo mundo já ouviu falar. Entretanto, o olho também produz oleosidade. Em excesso, pode trazer problemas. “A oleosidade é importante para cair na lágrima e proteger a lágrima da evaporação. Mas tudo em excesso não é bom e a gordura em excesso irrita o olho”, explica o oftalmologista Emerson Castro.

 

O oftalmologista explica que existem duas situações: a blefarite e a meiobomite. “Quando tem excesso de produção desta gordura na borda da pálpebra a gente chama de meiobomite. A blefarite já é um pouco diferente. Também tem gordura, mas geralmente a pessoa tem caspa na borda dos cílios.”

 

 

Fonte: G1

 

Os comentários estão desativados.